Ao Calor da Lareira

        (Povoeiras – Tocha – Coimbra – PT) “Aboseire-se” (sente-se) aí e coma deste “solapado” (pão que não cresceu). – Não sei se possa, com este guieiro tenho os dedos encarquilhados com tanto “barbeiro” (frio). -Nesse caso, escarranche-se perto da fogueira, mas cuidado com as frieiras. -Não te apoquentes cachopa que desse […]

Leia Mais