A Marca de Caim

        (Maringá-PR) Dois dias depois do acidente, meu irmão veio visitar-me. Ao abrir a porta, logo fui atraído pelo brilho metálico em sua mão. Seu olhar encarava-me com uma fúria medonha. — Foste responsável pelo acidente! – dizia, apontando seu revólver contra mim. – Perdi minha amada esposa Bianca para sempre e, […]

Leia Mais

Tia Nina

        (Maringá-PR) Tia Nina morreu no ano em que você nasceu. Talvez sua mãe tenha lhe dito isso com alívio, porque Nina brigava muito com sua mãe desde que ela era criança e sua mãe ficava nervosa imaginando que Nina iria implicar com você depois que você nascesse; que diria que você […]

Leia Mais