A Madrinha

      (Povoeiras – Tocha – Coimbra – PT) Pouco mais que um farrapo é como me sinto agora. Agora que finalmente não dependo de homem nenhum, olho para trás e suspiro. Suspiro pela escolha que não tive, quando na minha ingenuidade me deixei seduzir pela beleza e doces palavras que me soprava ao […]

Leia Mais

Tonito

        (Povoeiras – Tocha – Coimbra – PT)   O ar farrusco da manhã fez Rufino enrugar a testa. Saiu, perscrutou o horizonte, espraiando o olhar pelo cume da serra. A indecisão transformou-lhe o rosto numa careta, e com uma sonora fungadela retrocedeu nos passos calcorreados, entrando na adega onde se muniu […]

Leia Mais

O Coxo

        (Povoeiras – Tocha – Coimbra – PT)   Alfredo Carriço teve uma juventude desafogada quando comparado com os outros rapazes da mesma idade. Numa altura em que ter uma simples bicicleta era um luxo, já Alfredo fazia roncar a sua Famel, uma motorizada de três velocidades.

Leia Mais