Mentiroso! 

        (Araranguá – SC) Toninho derramou todo o café sobre o moletom.  Uma esfera translúcida acabava de se materializar em seu jardim. A velha laranjeira, plantada por seu avô, pareceu não se importar com a ventania. As coisas ficaram ainda mais estranhas quando, de uma abertura invisível, duas pequenas figuras, de notável molejo, desceram. Toninho sacudiu as mãos, largou a xícara e se livrou do moletom. Limpou os óculos e retirou um celular do bolso. Não hesitou. Ninguém acreditaria em suas palavras. Uma foto, por outro lado, comprovaria tudo.

Leia Mais