Sob Um Céu Azul

        (Presidente Prudente – SP) Deitada na areia à beira-mar sob um céu azul turquesa, olhos protegidos dos raios solares, a bela jovem bronzeava o lindo corpo coberto apenas com um minúsculo biquíni. O encontro daquele canto isolado entre o mar e a montanha custou uma caminhada cansativa. O clima agradável de […]

Leia Mais

Pazes

        (Itabi – SE) O exílio da cama amante me fora determinado há poucas horas, quando ainda estávamos sob efeito de algo que se desconheça e que, muito provável, só exista para nós dois. Depois de uma palavra mal postulada e da irritação colérica masculina, pus-me de corpo usado a caminhar de […]

Leia Mais

Tonito

        (Povoeiras – Tocha – Coimbra – PT)   O ar farrusco da manhã fez Rufino enrugar a testa. Saiu, perscrutou o horizonte, espraiando o olhar pelo cume da serra. A indecisão transformou-lhe o rosto numa careta, e com uma sonora fungadela retrocedeu nos passos calcorreados, entrando na adega onde se muniu […]

Leia Mais

A Presença

      (Santos – SP) Sou uma mulher doente. Muitas vezes sou desagradável. Não sei evitar esta inquietação que me domina e me indispõe contra toda gente alegre que encontro em meu caminho. Olhar indiferentemente ou mesmo com alegria a felicidade alheia, para quem dela se sabe privado para sempre, é um desafio. As […]

Leia Mais